top of page

Teste de identificação de prata

Em fevereiro lançamos um post aqui no blog sobre o teste de toque para identificação semiquantitativa de ligas de ouro, ou seja, ele não é capaz de dar um resultado exato da quilatagem, baseando-se na mistura dos ácidos clorídrico e nítrico, os quais são capazes de dissolver o ouro, porém ele tem apenas a capacidade de mostrar se o ouro presente na peça é, por exemplo, menor que 18 K, maior que 14 K, dependendo da composição dos ácidos utilizados no teste.

Mas e a prata? Existe algum teste rápido para saber se tem ou não prata na peça? Se é prata pura ou uma liga de prata? A resposta é: sim, esse teste existe!

O teste para identificação de prata utiliza uma solução com dois reagentes, o ácido nítrico (HNO3) para oxidar o metal para sua forma iônica e o dicromato de potássio (K2Cr2O7) outro para precipitá-la, levando a coloração característica do teste.


Figura 1. Ácido nítrico (à esq.), um ácido forte e um poderoso agente oxidante e o dicromato de potássio (à dir.), um sólido cristalino de cor vermelho-alaranjado.

As reações que ocorrem durante o teste, como já dito anteriormente, é a oxidação da prata pelo ácido nítrico e depois a precipitação do metal em dicromato de prata, como mostrado nas reações abaixo:

Figura 2. Reações envolvidas durante o teste de prata.

O composto formado, Ag2Cr2O7, é de um vermelho intenso e pode ser identificado com facilidade. Quanto mais pura for a prata, mais intenso o vermelho será. Também é possível outras tonalidades de vermelho, ficando mais escuro dependendo das ligas. Por exemplo, em ligas com cobre, o azul formado da dissolução deste metal deixará o resultado do teste um pouco mais escuro. Em ligas de prata 800, a coloração será mais amarronzada.

Figura 3. Teste para prata feito em aço inoxidável (moeda), prata pura (grão), solda de prata (lâmina) e pulseira teor 950. Foto superior à direita mostra a marca feita pelo teste nas peças de prata; no aço inox não há marca.

Muitos profissionais do setor joalheiro também utilizam o teste de ouro 18 K para testar a prata. Utilizando este método também é possível determinar se há ou não prata na peça, porém apenas de maneira qualitativa. Como o teste de ouro 18 K se trata de uma solução de ácido nítrico e ácido clorídrico, a prata irá ser dissolvida pelo primeiro e será imediatamente precipitada como cloreto de prata pela presença do ácido clorídrico da solução. Isso leva a um resultado do teste com um aspecto leitoso, que é o próprio cloreto de prata precipitado.


Figura 4. Na imagem temos a precipitação do cloreto de prata, mesmo composto que precipita quando é utilizado o teste de ouro 18 K em uma peça que contenha prata.

Siga-nos no Instagram @aurhora_analises, curta nossa página no Facebook (Aurhora Análises) e assine nossa newsletter para mais conteúdos como esse!

1.932 visualizações1 comentário

1 Comment


Unknown member
Feb 14, 2023

Muito bom. Esse líquido me salvou de comprar mais peças de um fornecedor, que por sinal eram lindas e a cor de prata legítima era perfeita, porém ao limar e pingar esse testa a verdade apareceu 🙏

Like
bottom of page